segunda-feira, agosto 07, 2006

Na lusitânia nada de novo

Tenho andado afastado das lides bloguistas, como já se terá percebido. Hoje resolvi voltar, numa promenade. Tudo igualzinho. Quem disse que o mundo muda cada vez mais depressa estava muito enganado. Ou melhor, o mundo até pode estar a mudar cada vez mais depressa, mas este país permanece sempre igualzinho a si próprio. É um consolo para a alma olharmos, vermos e lermos que há coisas que não mudam. Só isso nos dá esta segurança ontológica onde as identidades aqui ancoradas se fundamentam.

1 comentário:

Pedro disse...

No Japão, um dos mais evoluidos paises do mundo, e com indices de qualidade de vida superiores aos nossos, uma das últimas modas é estudar e tentar imitar o modo de vida dos paises latinos, numa perspectiva de encontro com os ditâmes do "Movimento Slow". Dizem eles, que em paises como a Itália, a França, Portugal e Espanha, se vive melhor que no seu próprio pais. Aproveita-se melhora vida e o que ela realmente tem de importante.