sexta-feira, outubro 26, 2007

Leia-se

"Para o Estado, a redução do IRC [no interior] terá, pelo menos no curto prazo, um impacto muito limitado. É que apesar de ocuparem a maior área do País, os oito distritos abrangidos por este benefício têm um peso muito pouco relevante na cobrança deste imposto. Segundo dados do IRC para 2005, os últimos disponíveis, os distritos de Bragança, Viana do Castelo, Guarda, Vila Real, Portalegre, Évora, Beja e Castelo Branco foram responsáveis por uma receita da ordem dos 130 milhões de euros. Sem contar com as regiões autónomas, que têm um regime fiscal próprio, a soma representa menos de 5% da cobrança total do IRC em 2005. O distrito de Lisboa representou mais de 50% do imposto cobrado nesse ano. "

Inépcia

Ao que parece, o partido do governo, e o próprio primeiro-ministro, caem nas sondagens. Entretanto, o que se passa na oposição face a tal conjuntura? Tanto à esquerda (PCP) como à direita (PSD), desencadeia-se mais uma campanha de 'caça às bruxas' nas fileiras dos respectivos partidos.

Política Transgénica

Política transgénica é um bom label. Uma mistura de genes czaristas, kapagêbianos e cleptocráticos. Tudo bem batido com muita diplomacia e segurança à medida. Atêntico cocktail molotoff, com muito vodka. Explosivo aqui não será metáfora.

Livro de estilo

Ao invés de ser procurado para ser lido, este pobre blogue é procurado como livro de estilo. Particularmente por aqueles que querem fazer escolhas em matéria da cor da gravata a usar. Frustrante.

Um dos posts mais procurados via Google é este.

Dúvidas (2 de muitas)

- O meu telemóvel faz uns barulhos esquisitos. Estarei a ser escutado, ou será que não troco de telemóvel desde o tempo em que uma das operadoras se chamava Telecel?

- As minhas sms não chegam ao destinatário. Estarei a ser lido, ou será que sou um nabo a lidar com as novas TIC?

Revisionismo ortográfico

Começo a não achar piada nenhuma. É a segunda vez que na revisão de textos meus, os sábios revisionistas, ao invés de reverem, colocam gralhas e erros de palmatória onde eles não estavam, fazendo passar o autor por ignorante e descuidado.

Elementar meu caro Watson

Como se vê, Watson tem razão. O mais recente ranking das classificações dos alunos no ensino básico e secundário, colocam entre o top menos as escolas portuguesas nos países africanos. Lá está Angola, Guiné e tal. É verdade, já me esquecia, também lá estão as escolas das zonas mais desgraçadas do país: o Portugal profundo da interioridade e Amadora, Loures e Gondomar. Estas últimas, terras de pretos, pois claro, ciganos e sicilianos. Elementar, meu caro Watson.

quinta-feira, outubro 18, 2007

terça-feira, outubro 16, 2007

Mariscada

Facturas de 400 euros de camarão que nunca chegou às mesas das cantinas, e outras formas de peculato, levaram à demissão de dois responsáveis da CML pela gestão das cantinas dos trabalhadores municipais. Foi este fartar vilanagem que durante trinta "gloriosos anos" conduziu o país democrático onde ele está.

domingo, outubro 14, 2007

Novidade no PPD: Populismo científico

O novel líder do PPD, inaugurou uma corrente do populismo político. Trata-se do populismo com cientificidade. Prometeu muitas medidas e o contrário delas, mas houve uma palavra nova, recorrentemente repetida, quiça apreendida recentemente com algum colega sociólogo lá da Câmara de Vila Nova de Gaia, a palavra 'conceptualizar'. Convenhamos, um populismo conceptualizado, é um populismo diferente. É um populismo com cientificidade.

Momentos em tempo real

Hoje, um pouco por todo o lado. Usando o Fórum como janela.










Hoje de manhã. Passagem do tempo por um congresso em Torres Vedras.












Hoje à tarde. Passagem do tempo por um congresso em Torres Vedras.












Hoje à noite. Passagem do tempo por um congresso em Torres Vedras.

Um partido de reformados e desempregados

Ângelo Correia, o novel presidente do congresso laranja, disse aos jornalistas que os nomes da novel comissão directiva do seu renovado PSD "são o que foi possível arranjar, pois quem é que pode ser político nos tempos que correm? Ou um reformado, ou alguém que tenha uma profissão que não lhe ocupe muito tempo". Talvez um desempregado, não sr. Engº?

sábado, outubro 13, 2007

Angola tem uma taxa de crescimento do PIB de 14%.

Tem 70% da população a viver abaixo do limiar de pobreza.

Tem 8 médicos por cada 100 mil habitantes.

Tem uma taxa de mortalidade infantil de 185 por mil.

A esperança média de vida à nascença é de 38,6 anos

Bases

Percebe-se que o novo líder laranja dê tanta importância às bases. Para quem quer ser primeiro-ministro, está bem necessitado de bases:

O líder do PSD, Luís Filipe Menezes, diz que o Governo português está no «mau caminho» ao anunciar que o défice deste ano será de três por cento, quando as projecções do Fundo Monetário Internacional indicam uma descida do crescimento económico português.


Via Palavra Aberta

O que está a dar é ser dono de um banco (2)

... ou então, ser filho do dono de um banco. Segundo o Expresso, o filho de Jardim Gonçalves levou cinco empresas suas à falência e deixou de pagar, por insolvência, uma dívida de 12 milhões de euros que havia contraído no BCP, o banco do pai.

Ainda hás-de mudar de ideias...

A igreja portuguesa está desgostosa pela ausência do Papa Bento XVI na inauguração da nova igreja de Fátima. Mas não havia necessidade de desejar mal ao senhor, por isso. Ouvi hoje na SIC-N, um responsável da Igreja dizer que "este Papa ainda não é tão Mariano como o era João Paulo II, porque, ao contrário de João Paulo II, ainda não sofreu nenhum atentado" (sic)

Luís Filipe

No meu clube, nos últimos anos, Luís Filipe Vieria anuncia sempre antes do campeonato que está na corrida para ganhar tudo: campeonato, taça nacional, liga dos campeões e por aí fora. Tudo. Infelizmente para os seus adeptos o que tem acontecido é que não ganha nada. Ora, Luís Filipe Menezes, antes de começar o campeonato, propõe-se nada mais nada menos do que ganhar tudo: regionais, europeias, autárquicas e legislativas. Será este ímpeto ganhador um estigma onomástico?

sexta-feira, outubro 12, 2007

Há coisas fantásticas, não há?

Estou feliz porque antes sabia que não era abrangido pelo subsídio de desemprego, pois a questão do desemprego não se colocava aos funcionários do Estado, enquanto agora já terei subsídio de desemprego, pelo que a questão do desemprego já se pode colocar.

Dia de Fé e Orçamento

A Fé precisou de um orçamento de setenta milhões de euros. O Orçamento precisa de muita Fé, para que venham a ser concretizados o défice de 2.4%, e o crescimento do PIB de 2.2%, em 2008.

terça-feira, outubro 09, 2007

Breve interregno nas obras

Cargos bonitos (1 de muitos)

Bonito, bonito, não é o cargo de presidente de câmara, mas sim o cargo de administrador de um Banco. Pode ser da Caixa Geral de Depósitos. Não me importo.

Dúvidas (1 de muitas)

Um telemóvel da marca Sony Ericsson, uma joint-venture da Sony Corporation, japonesa, e da Telefonaktiebolaget LM Ericsson, sueca, fabricado na China e consumido em Portugal, é um produto da globalização hegemónica ou da contra-globalização?

O que está a dar é ser dono de um Banco !

Fiz um resgate de uma aplicação financeira de uma seguradora no dia três. O valor resgatado foi imediatamente cobrado pelo banco associado, do mesmo grupo, do qual sou cliente. No entanto, apenas foi creditado na minha conta no dia oito. Cinco dias depois ! Diz-se por aí que estão a aumentar os assaltos aos bancos. Por que será que tenho a sensação que o que está a aumentar são os assaltos dos bancos aos seus clientes?